RH Super Shopping

O seu site de Recursos Humanos

Um olhar diferente para a gestão

Enxergar igual a todo mundo, porém ver diferente. Ir mais além e mais profundo, quem sabe, pode parecer uma loucura mais uma loucura coerente nos tempos atuais.

As rápidas transformações que se operam no mundo contemporâneo vêm se refletindo num ritmo às vezes bem lento nas estratégias das empresas. Por outro lado, lenta também é a assimilação do fato de gestores que trazem consigo “bagagens antigas de uma gestão velha e ranzinza” que sufocam as novas questões e necessidades do insaciável e terrível “monstro” em que o mercado se transformou. Por consequência, novos desafios e novas responsabilidades são necessárias e extremamente bem vindas.

São evidentes, em muitos casos, a perplexidade e o sentimento de impotência dos muitos gestores, frente a problemas desafiadores –, dificuldades de executar novas tendências do mercado, dificuldades na gerência do relacionamento entre os colaboradores e no relacionamento familiar dos mesmos, conhecer a satisfação dos clientes e aceitar suas milhares de criticas. Falta ainda discernimento e criatividade suficientes nas definições de cargos, salários e benefícios de trabalho.

Nesse contexto, os profissionais responsáveis pela condução do processo de gestão podem revelar comportamentos que vão desde a indiferença e a naturalização dos fatos do cotidiano, até a um sentimento de perplexidade e impotência. Ou ainda podem alimentar um idealismo ingênuo, que logo se desvanece em pessimismo quanto à solução dos diversos problemas enfrentados. A superação desses sentimentos ou comportamentos pode ser estimulada através de uma reflexão sobre os caminhos de transformação rumo a modelos de gestão mais consonantes com a realidade atual em que se vive em direção a uma necessária mudança de paradigmas.  Sendo mais específico, é necessário um processo de restauração como um todo e, particularmente, dos processos de gestão que nela se desenvolvem.

Assim, entenda-se gestão como um espaço importante na produção de um contexto favorável à aprendizagem por parte de todas as pessoas que estão envolvidas no crescimento das empresas.
É preciso pensar, portanto, na superação de um modelo estático e inflexível de gestões atuais, em direção a um modelo ousado, descentralizado, autônomo, democrático e capaz de produzir uma nova era da gestão, preparada para enfrentar com sucesso os desafios que lhe são postos.

Nesse processo, creio que três palavras-chave na caracterização desse novo modelo de gestão precisam ser trabalhadas:

Autonomia, Criatividade e Democracia.

Uma empresa autônoma, criativa e democrática é imprescindível para que possa ser desenvolvida uma ampla competência tanto na dimensão interna (Crescimento ligado diretamente nos colaboradores e sua importante participação na empresa), incluindo a esfera administrativa (estrutura e funcionamento), como na política (relações que a empresa estabelece com o meio externo e seus diversos stakeholders).

Sempre olhe de novo e de novo para sua gestão, e sempre com um olhar diferente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: